Apresentações ruins: Por que erramos tanto?

Tenho certeza que você já saiu de uma reunião ou palestra com a sensação de ter perdido tempo. Aplicou sua energia em algo que lhe pareceu absolutamente improdutivo. Acontece, não é verdade? Pior do que ser o ouvinte é ser o palestrante nesse caso. Não queremos que isso aconteça com você e, se já aconteceu, não queremos que se repita!

 

E por que, afinal, as pessoas ainda fazem apresentações tão ruins?

Segundo Diogo Teixeira, CEO da Artidea - que atua há 11 anos no mercado e já atendeu clientes como Google, Bloomberg, Pfizer, MTV e Adidas  - “muitos não se preparam, nem preparam o conteúdo da forma correta. Os prazos normalmente são apertados para apresentações e o que geralmente acontece é que colocam tudo o que possuem de informação em slides, sem ordem e sem se preocupar em filtrar o que realmente é importante”, afirma Diogo.

 

É importante entender que na hora de uma apresentação, os slides e o orador são a mesma ferramenta. Ambos são transmissores da mensagem e o espectador (ou o público) precisa receber as informações de forma clara. “Se o discurso falado e o escrito nos slides não estiver bem conectado, a apresentação pode ficar repetitiva ou com muita informação desnecessária”, diz o CEO, reforçando a necessidade de haver coerência.

 

Diogo destaca ainda que “o tempo da apresentação deve ser muito bem aproveitado, no sentido de atrair a atenção do espectador e é aí que entra o storytelling”. É preciso contar uma história de maneira relevante, de modo que os recursos audiovisuais sejam utilizados juntamente com as palavras. Neste sentido, a falta de roteiro pode se deparar com uma reunião de slides sem conexão e o resultado disto em uma apresentação é catastrófico.

 

“Ao assistir um filme, se nos primeiros 15 minutos não acontecer algo relevante para a história, algo que quebre o padrão, que te deixe interessado sobre o que pode acontecer em seguida, há grandes chances de o espectador perder o interesse pelo”, exemplifica. Para ele, “o mesmo acontece em uma apresentação, ela deve conter momentos chave, ou importantes, que atraiam a atenção e deixe uma expectativa para o que está por vir”.

 

Geralmente, os erros comuns cometidos em uma apresentação são simples de resolver. A melhor forma de percebê-los é revisar, testar e ensaiar antes de mostrar ao público.


     



FICOU ALGUMA DÚVIDA?

Preencha os campos abaixo que entraremos em contato



Se preferir envie uma mensagem via WhatsApp: (11)9.9400.0036 ou atendimento@artidea.com.br